segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Sei que os ventos são sabios

 
 
 
Não tenho ideia de onde você esteja.
Mas serei paciente.
Ancorando meu barco na espera de outros ventos.
Precisando de acasos para ir vivendo.

Prometo não desesperar-me.
Se o mar  se agigantar sobre meu pequeno barco.

Sei que os ventos são sabios
E que minha rota estará salva.
Seja ela qual for.

Nenhum comentário:

Postar um comentário